domingo, 24 de março de 2013

Mirtilos - Formação avançada ... dia 2.

Mais um Sábado de formação sobre Mirtilos. Desta vez toda a formação foi em sala e os formadores abordaram questões mais práticas relacionadas com a cultura.
Os trabalhos iniciaram-se com o Luís Arneiro da SIRO, que deu inicio aos trabalhos e fez uma breve apresentação da empresa que representa. Esta empresa tem várias soluções para a cultura que vão desde substratos e casca de pinho para a implementação da cultura passando por impermeabilização de charcas.
De seguida Ayrton Cerqueira, das Delícias do Tojal, apresentou a sua empresa e deu uma perspectiva da parte comercial referindo valores pagos à produção na campanha transacta.
Anne Bournot , da Mirtisul, apresentou a empresa, com 14 ha de mirtilos, deu algumas perspectivas do que se faz na Mirtisul abordando aspectos da colheita, poda, fertilizações embalamento e encargos decorrentes de todas essas operações.
Sofia Dias – Berrysmart – abordou a parte mais técnica da cultura, a nível de instalação de pomares à qual se seguiu Nelson Antunes – Berrysmart – que fez uma abordagem muito característica e pessoal de toda a fileira.
Mais um Sábado onde se partilhou, aprendeu e reflectiu… falta outro (6 de Abril) para se dar por encerrada esta acção de formação… até lá!
Boa Páscoa!

quinta-feira, 21 de março de 2013

Feira Produtos Biológicos - Braga

A Primavera chegou e queremos por isso partilhar em primeira mão o nosso novo cartaz alusivo à Feira de Produtos Biológicos em Braga, organizada pela Minhorigem em parceria com o Município de Braga. Esta feira decorre todos os sábados de manhã entre as 09 e o 12H no Mercado Cultural do Carandá.
Todos os expositores são produtores biológicos certificados e da região do Minho. Trazem os melhores produtos até si, com um profissionalismo e dedicação ímpares. Aqui pode encontrar os hortícolas mais frescos e saborosos, as frutas, as compotas, os chás (infusões), produtos transformados como o azeite e sumos, frangos e ovos...
Convidamos nesta páscoa a passar aqui junto dos nossos produtores e a contribuir para a preservação do meio ambiente, dos produtos biológicos e do apoio à produção de produtores da região. Traga o seu filho (a) para conhecer os verdadeiros produtos da Terra!

Deixamos o convite e agradecemos toda a divulgação que possa realizar em prol desta feira semanal,

A Direção da Minhorigem.

domingo, 17 de março de 2013

Mirtilos - Formação avançada.

Está a decorrer uma formação avançada sobre a produção de mirtilos, que será distribuida ao longo de 3 Sábados perfazendo um total de 24 horas.


Este 1º Sábado foi sobre os temas supra mencionados.
Coube ao Engº Pedro Brás de Oliveiras (INIAV), reconhecido especialista na área dos pequenos frutos, a abordagem à produção de mirtilos em Portugal e no mundo, introdução à cultura e às variedades em termos botânicos, fisiológicos, técnicos e culturais.
Seguiu-se a Drª Ana Paula Silva (UTAD), especialista em fruticultura, a abordar questões edafo-climáticas da cultura do mirtilo e outros fatores de sucesso/insucesso na condução/manutenção da cultura.
A rega e fertilização da cultura, ficou a cargo do Prof. Rui Machado (Universida de Évora), onde leciona a disciplna de fertlidade, que tem estudos e trabalhos feitos sobre rega e fertilização na cultura do mirtilo tanto em Portugal, como nos Estados Unidos e Holanda.
Seguidamente fomos visitar a exploração da TBerries, com a Engª Tatiana Matos e com o Prof. Rui Machado.

Foto: exploração Tberries

Houve muita dinâmica de grupo, pelo que a formação foi muito interessante. No próximo sábado há mais... com outros formadores!
Até lá...!
Saudações Mirtileiras!

terça-feira, 12 de março de 2013

Gestão da água de rega...um passo rumo à competitividade!

< Numa altura em que as alterações climáticas se fazem sentir de forma cada vez menos inusitada, alterando os ciclos normais da queda pluviométrica, gerir a água de rega é importantíssimo.
As nascentes secam, a desertificação aumenta, a salinidade dos solos acentua-se e não há água que chegue para fazer agricultura da forma que se fazia no antigamente, onde regar por alagamento era uma constante que a mãe natureza nos permitia.
Hoje, a rega faz-se recorrendo a pivôs ou canhões de rega (aspersão) e também recorrendo aos sistemas de rega localizada (gota-a-gota), mas, em qualquer dos casos, muitas das vezes é feita a "olhómetro", não parando ou iniciando na devida altura, com os prejuízos que acarreta para a cultura, a carteira e para o ambiente!
Só há uma forma de utilizar bem a rega quer em termos agroambientais como económicos - gerir, gerir, gerir...
Essa gestão passa pelo uso de ferramentas, que estão ao dispor da agricultura e dos agricultores, denominadas tensiómetros, mais ou menos sofisticados!
O filme ilustra bem a inovação que em Portugal se faz e as ferramentas que cá se produzem... haja vontade, haja investimento, que o resto existe!
Este será mais um passo rumo à competitividade!