quinta-feira, 13 de outubro de 2011

Isabel II ganha com agricultura? Bruxelas diz que não...

Comissão Europeia quer impedir que Rainha de Inglaterra aceda a ajudas agrícolas


No Reino Unido, nem mesmo os reis e as rainhas têm a vida facilitada. Prova disso, é que a Rainha de Inglaterra está a ter dificuldade em aceder aos subsídios agrícolas. Isto porque, a União Europeia (UE) está a tentar uma forma de impedir que os grandes proprietários agrícolas, com a Rainha de Inglaterra ou a Nestlé, tenham acesso a centenas de milhares de euros só de subsídios.

É preciso «fazer mais com menos», considerou a Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Económico (OCDE), citada pelo «Jornal de Notícias». Esta medida, presente no seu relatório de Avaliação das Reformas Políticas da Agricultura na UE, pretende criar «uma janela de oportunidade» no preço das matérias-primas.

As recentes reformas da Política Agrícola Comum (PAC) têm reduzido as alterações nos mercados. É preciso redireccionar a PAC para se passar «do forte subsídio aos rendimentos ao apoio a investimentos num sector agro-alimentar forte e competitivo» disse Ken Ash, director da OCDE.

Só nas últimas décadas, os apoios públicos às receitas agrícolas diminuiram de 39% em 1986-1988 praa 22% em 2008-2010. Esta quebra deve-se em grande parte ao aumento dos rendimentos, o que retirou o acesso a alguns subsídios.

Já no próximo dia 12, a Comissão Europeia vai apresentar uma nova proposta de reforma da PAC ,o que na prática, vai limitar os pagamentos aos agricultores activos. No que respeita às grandes explorações com pouca mão-de-obra será criado um valor máximo para os apois concedidos.
Texto integral retirado de: http://www.agenciafinanceira.iol.pt/economia/pac-agricultura-subsidios-ocde-isabel-ii-bruxelas/1286685-1730.html

A minha opinião

Acho mal!
Acho mal muito mal... a UE não está a ver bem o filme histórico e, se tivesse estudado a lição antes de publicitar estes disparates, teria verificado que a realeza não perde direitos e a ela nada se tira; o povo sim, ao povo pode tirar-se!
Depois, mais uma vez a UE está a assumir uma postura arrogante e que revela pouco respeito e educação pelos mais velhos. A Rainha é mais velha que a própria UE e isso não se faz à senhora... com a idade que tem quando souber do sucedido ainda lhe dá uma coisa má e ficará por certo mais caro à UE (e a nós todos) o valor da indeminização que o mísero subsídio que ela irá receber... ainda por cima, com um bocado de jeito e sorte, a UE nem teria de dar nada à senhora Rainha de forma justificada porque às tantas ela tem o parcelário mal feito e nem o foi retificar dentro dos prazos estabelecidos;
Depois, continuo a achar mal, porque sem a ajuda da UE o Palácio de Buckingham deixa de ser competitivo e rentável e vai dai está-se mesmo a ver que uma data de trabalhadores poderão ir para o fundo de desemprego (uma vez mais pagos pela UE e por nós)...
Não acho portanto nada bem e se necessário for eu abdico do meu RPU (UPR lá na Inglaterra) em prol da senhora, já bem lhe basta não poder utilizar gasóleo agrícola no Bentley, quando vai regar as orquídeas que ficam numa ponta do jardim a 35 Km do palácio, e lhe terem também cortado a electricidade verde...
Quanto à Nestlé... acho bem porque eles não andam a utilizar o subsídio para fazer baixar o preço do chocolate e pegam no dinheiro para ir passar férias ao palácio da Rainha...